Skip to content

FUNDO NACIONAL DAS ARTES

Sobre nós

O Fundo Nacional das Artes é um organismo municipal que depende do Ministério de Cultura da Nação Argentina.

Foi criado em 1958 a fim de estabelecer um sistema financeiro para apoiar e promover atividades artísticas, literárias e culturais em todo o país. Nesse sentido, tem como missão principal financiar, com espirito de fomento, as atividades artísticas desenvolvidas de forma individual e/ou grupal, além das realizadas por organizações sem fins de lucro e indústrias culturais. O Fundo Nacional das Artes atua, desta maneira, como um verdadeiro Banco Nacional das Artes.

Entre suas atividades encontra-se o patrocínio dos eventos desenvolvidos pelas instituições públicas ou privadas de cultura. Também tem como propósito servir à preservação do patrimônio artístico, artesanal e folclórico das distintas regiões do país e fortalecer, para tais fins, o processo de detecção e desenvolvimento do potencial humano e materiais existentes.

O planejamento das atividades do Fundo Nacional das Artes dá especial ênfase em potenciar as ofertas de bens e serviços artísticos originados nas diferentes regiões do país no âmbito das políticas e prioridades definidas pelo Ministério da Cultura.

Para alcançar este último objetivo, em 2016 o Fundo Nacional das Artes decidiu aumentar seus programas federais a fim de promover e destacar o pensamento simbólico dos artistas e o intercâmbio de artistas de diferentes estados do país, contribuindo assim para a construção de uma ideologia nacional que transcende as fronteiras da Capital Federal e dos grandes centros urbanos (tradicionalmente centro das atividades culturais argentinas).

Todos os benefícios concedidos visam promover a criação artística nas seguintes disciplinas: arquitetura, artes cênicas, artes visuais, design, letras, meios audiovisuais, música, patrimônio e artesanato, e arte e transformação social. Este plano de fomento está integrado por empréstimos pessoais, penhoras, hipotecários e às indústrias culturais; bolsas grupais ou individuais que sirvam para o aperfeiçoamento dos atores culturais beneficiários das mesmas; subsídios para contribuir para o financiamento de projetos culturais realizados por entidades sem fins lucro; prêmios por concursos e trajetórias (já sejam de caráter permanente ou aqueles contemplados no seu programa anual de atividades); Publicação de livros de acordo com a programação do seu Fundo Editorial; aquisições de obras de arte e artesanato; e patrocínio financeiro ou apenas institucional, conforme cada caso, para eventos culturais de diversos tipos.

Várias instituições de todo o mundo têm adotado seu formato inovador e seu modelo pioneiro de gestão. Entre eles, o Fundo Internacional para a Promoção da Cultura da UNESCO, criado em 1974.

Recursos financeiros

O Fundo Nacional das Artes conta com um capital inicial que aumenta através dos “fundos de apoio às artes” e que permite, deste modo, reinvestir nos artistas de hoje graças aos artistas de ontem.

Estes fundos são constituídos por receitas provenientes do domínio público oneroso (obras caídas no domínio público cujos direitos autorais expiraram no 70º aniversário da morte do autor); por toda a renda que pode ser obtida por qualquer título (inclusive por legado, herança ou doação) e pelo arrecadado com multas e recursos especialmente determinados.

Desta forma, o Fundo Nacional das Artes constitui um fundo que se destina a promover trabalhos de investigação, estudo e aperfeiçoamento nas diferentes disciplinas artísticas e culturais.

Nossas autoridades

A administração do Fundo é gerida por um Conselho composto por um Presidente e por quatorze Membros nomeados pelo Poder Executivo entre referentes e artistas com desempenho comprovado em diversas atividades artísticas e culturais às quais o Fundo concede apoio financeiro.

Um desses membros representa o Ministério da Cultura da Nação e outro o Banco Central da República.

A duração dos cargos no Conselho é de quatro anos e os mesmos são renovados por metades a cada dois anos.

As relações do Fundo com o Poder Executivo são mantidas através do Ministério da Cultura da Nação.

Benefícios do FNA

Com uma plataforma digital nova e ágil, em 2016 o Fundo Nacional das Artes lançou o programa de benefícios descritos abaixo nas seguintes disciplinas: Arquitetura, Artes Visuais, Design, Patrimônio e Artesanato, Meios Audiovisuais, Música, Letras e Artes Cênicas. Também decidiu reavaliar os projetos com foco na promoção da arte e a formação artística como ferramentas de Transformação Social.

BOLSAS DE ESTUDO

Para artistas e empreendedores culturais.

Todas as bolsas de estudo do FNA estão destinadas a projetos individuais e coletivos de todas as disciplinas.

Bolsas de estudo para Formação: até $50.000.-

Encerramento de inscrição dia 20 de outubro.

Para as despesas de transporte, mensalidades, matrículas ou qualquer outro destino ligado à formação individual e /ou em grupo no país ou no exterior.

Bolsas de estudo Bicentenário para Criação: $50.000.-

Encerramento de inscrição dia 20 de julho com mais de 5.000 inscritos.

Estas bolsas têm como objetivo acompanhar os artistas no processo criativo de sua obra.

CONCURSOS

Para artistas.

1o. prêmio: $100.000.-

2o. prêmio: $60.000.-

3o. prêmio: $40.000.-

Durante o ano 2016 o FNA tem previsto a realização de um total de 20 concursos para artistas de todo o país com o objetivo de promover a produção artística e cultural.

Durante os meses de junho, julho e agosto se realizaram os concursos de Artesanato, Música e Literatura e durante agosto e setembro, os de Meios Audiovisuais e Artes Visuais .

Para o primeiro semestre do próximo ano estão previstos os concursos de Artes Cênicas, Design e Arquitetura.

Em cada um destes concursos são atribuídos três prêmios por categoria. Por exemplo, em Audiovisuais, as categorias são Roteiro, Documentário e Curta-metragem, cada uma delas, recebe seus três prêmios correspondentes.

EMPRÉSTIMOS

Para artistas, Associações Civis, Fundações e Empresas Culturais .

Micro créditos: até $50.000.-

Com um prazo máximo de reembolso de 36 parcelas mensais e uma taxa fixa de  16,5% anual.

30% da relação parcela/renda.

Empréstimos Pessoais : até $300.000.-

Com um prazo máximo de reembolso de 60 parcelas mensais e uma taxa fixa de  16,5% anual.

30% da relação parcela/renda.

Empréstimos Hipotecários: até $1.000.000.-

Com um prazo máximo de reembolso de 120 parcelas mensais e uma taxa fixa de  7,5% anual.

30% da relação parcela/renda.

O Fundo Nacional das Artes oferece empréstimos a artistas argentinos e residentes para o desenvolvimento de sua atividade criativa. Os destinatários são artistas plásticos, músicos, escritores, cineastas, dançarinos, atores, cenógrafos, diretores de teatro, arquitetos, designers e artesãos, entre outros. Os empréstimos são concedidos tanto a organizações sem fins de lucro como às entidades privadas que desenvolvem atividades culturais e artísticas.

Podem ser solicitados créditos para uma grande variedade de objetivos artísticos: aquisição de instrumentos musicais, câmeras de filmagem, fornos de cerâmica, teares, insumos e materiais artísticos, emolduramento de obras, equipamento informático, publicação de livros, gravações de discos, viagens de aperfeiçoamento artístico e compra ou reforma de imóveis para ateliê, entre outros.

SUBSÍDIOS

Para Associações Civis e Fundações.

Subsídios para insumos: até $100.000.-

Subsídios para investimento: até $200.000.-

Subsídios para infraestrutura: até $300.000.-

Os subsídios estão destinados a apoiar a realização de projetos artísticos e atividades culturais.

Dirigidos a associações civis, associações de amigos, fundações, bibliotecas populares, cooperativas de trabalho, cooperativas de teatro e dança (para montagem de obra), centros culturais, cooperadoras, sindicatos, museus e todas as associações culturais sem fins de lucro com pessoa jurídica.

Os subsídios podem ser solicitados para despesas de equipamento, realização de cursos, seminários, workshops, concertos, para a montagem de obras, aquisição de livros, insumos e instrumentos musicais, entre outros.

Todos os pedidos de benefícios podem ser realizados online através de um procedimento simples no nosso site: www.fnartes.gov.ar